"Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.
Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons."
Mateus 7:17,18

  Veja o caso do "Escorpião e o Sapo."




             O escorpião queria atravessar o lago, mas não sabia como. Após inúmeras tentativas sem sucesso, apelou para um sapo, pedindo-lhe ajuda. Este, demonstrando esperteza, recusou dar uma mãozinha ao "colega". Ele sabia que o escorpião, por ser venenoso, poderia dar-lhe uma ferroada fatal. Entretanto, depois de muita conversa, o escorpião prometeu, em troca da carona, não o agredir, pois precisava muito atravessar o lago.
             O escorpião estava decidido a não ferroar o sapo, dado a bondade demonstrada em cumprir o seu desejo. Então, finalmente, o sapo concordou. Quando estavam próximo à outra margem, o escorpião, que se esforçava para conter sua natureza agressora e manter a promessa, não suportou o forte desejo natural de ataque e ferroou o sapo. Este retrucou reclamando da falta de fidelidade do escorpião, que seguiu o seu caminho, como se nada estivesseacontecendo, enquanto via o sapo agonizante...

 "Como o cão torna ao seu vômito, assim o tolo repete a sua estultícia."