Com Gemidos que palavras não podem explicar Ele leva ao Pai as minhas interseções Quando dobro os meus joelhos em meio às tribulações Ele ouve o gemido do meu coração. Ó, Jesus, a Ti confesso, não dá pra viver Sem sentir a tua presença no meu ser Sou eterno dependente, ser humano tão carente Estou de novo aqui e quero teu poder. Ainda que pra te servir Jesus eu tenha que chorar Te servirei porque comigo estarás Sofrer contigo é bem melhor do que errar Perdoa-me porque às vezes não consigo nem falar Logo as lágrimas meus olhos vêm molhar Como um sinal que tu estás neste lugar. Ó, Jesus, a Ti confesso, não dá pra viver Sem sentir a tua presença no meu ser Sou eterno dependente Um ser humano tão carente Estou de novo aqui e quero teu poder.